O que é o Tesouro Direto? Tire todas suas dúvidas

Um dos tipos de investimentos que tem chamado bastante a atenção dos investidores é o Tesouro Direto. Esse tipo de investimento é uma das melhores opções para pessoas que estão entrando no ramo de investimentos, mas também, é um tipo de aplicação bastante procurado por investidores experientes. No artigo de hoje, você terá a oportunidade de conhecer um pouco melhor a forma de funcionamento do Tesouro Direto, conhecer quais são os tipos de títulos, além de poder descobrir a forma na qual o investimentos pode ser feita, além de outras informações importantes que irão te ajudar a conhecer melhor esse tipo de investimento e além disso, saberá se essa realmente é a opção de investimento que você busca. Tenha uma ótima leitura!

Saiba Mais:

Aprenda o passo a passo para usar o Aplicativo do FGTS

Empréstimo pessoal da Caixa: Veja como solicitar

Como Sacar Fundo De Garantia Passo a Passo

O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um investimento bastante simples e fácil, sendo a melhor opção para quem busca investir pela primeira vez. Isso porque, ele permite que você que é Pessoa Física, tenha a oportunidade de conseguir comprar documentos do Governo através da internet. Ou seja, quando a compra de um título do Governo acontece, isso quer dizer que você está emprestando uma determinada quantia em dinheiro para o Governo e terá a chance de recebê-lo em um determinado prazo, podendo obter um ótimo rendimento.

O investimento do Tesouro Direto, se trata da aplicação que possui o valor mais baixo. A mesma pode ser de até R$30 (valor mínimo que pode ser aplicado). Através da plataforma disponível do Tesouro Direto, você terá a oportunidade de conseguir escolher o tipo de título que combina com o seu perfil de investidor, podendo optar por diversos prazos de vencimento e outras características.

Tipos de Títulos

O Tesouro Direto forma um grupo com três tipos de títulos diferentes. Entre eles, estão prefixados, pós-fixados e híbridos. Vamos entender melhor a forma como cada um deles funciona?

O título prefixado, se trata de um tipo de título pelo qual você já fica ciente em relação ao valor que irá receber no vencimento do título. Ou seja, assim que você empresta seu dinheiro ao Governo, você já fica sabendo qual será o seu rendimento no fim do contrato.

Já os títulos pós-fixados, são aqueles que não informam o valor do rendimento, apenas repassam as informações necessárias e você só descobre o valor que obteve em rendimentos quanto realizou o resgate. E por fim, temos os títulos híbridos, onde uma parte do seu rendimento é informada e a outra vai variar de acordo com a inflação.

Tesouro Selic (LFT)

O Tesouro Selic se trata de um título pós-fixado, que acompanha e segue de acordo com a taxa Selic, acompanhando todas as suas variações.

Tesouro Prefixado (LTN)

O Tesouro Prefixado se trata do título onde voê poderá saber o valor do seu rendimento até a data de vencimento, no mesmo dia em que fizer a aplicação.

Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F)

Já o Tesouro Prefixado com Juros Semestrais, se trata do mesmo que o citado anteriormente, onde você já fica ciente de quanto vai receber no vencimento do contrato. Só que neste caso, você precisa realizar o pagamento do cupom duas vezes por ano.

Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal)

Já esse tipo de tesouro, se trata de um título híbrido, onde você sabe parte do valor que irá receber e a outra parte será recebida de acordo com a variação da inflação.

Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B)

Nesse caso, ele funciona da mesma forma que o título citado no tópico anterior, porém,  será necessário o pagamento do cupom duas vezes por ano.

Como funciona o Tesouro Direto

A seguir, você poderá conhecer alguns pontos para entender melhor a forma de funcionamento do Tesouro Direto e assim, poderá compreendê-lo um pouco melhor antes de comprar o seu.

Taxas e valor mínimo

Em relação ao valor mínimo pelo qual você terá a oportunidade de aplicar é de R$30 reais, com isso, qualquer pessoa vai ter a oportunidade de conseguir realizar esse investimento, podendo obter um bom rendimento.

Rentabilidade do Tesouro Direto

O papel comprado possui uma flutuação diária, porém, caso você realize resgates antecipados, saiba que você poderá ter alguns prejuízos.

Liquidez

Em relação ao prazo no qual você poderá fazer o seu resgate, saiba que ele não existe. Isso porque, você terá a oportunidade de fazer o seu resgate no momento em que você quiser.

Custos

Uma das taxas cobradas é a taxa de custódia, que é cobrada a investidores com investimentos de mais de R$10 mil reais no Tesouro Selic. O valor cobrado é de 0,25 % ao ano. A taxa de administração também é uma das taxas cobradas nesse título.

Tributação

Em relação aos tributos, será cobrado o IR, que é o imposto de renda. Esse tributo poderá ter o seu valor reduzido, dependendo do tempo em que for aplicado. Ou seja, quanto mais tempo passar na aplicação, menor será a cobrança do IR.

Horário de funcionamento

O horário no qual você poderá realizar a compra de títulos no Tesouro Direto é entre as 9h30 horas e 18 horas.

Vencimento e Resgate

O vencimento é a data na qual você poderá resgatar o seu dinheiro. Ele será informado assim que você realizar a compra do título.

É seguro emprestar dinheiro para o governo?

Todo investimento possui riscos, porém, você pode confiar e investir no Tesouro Direto sem medo, pois esta opção é segura e podemos afirmar que o Governo Federal não deu nenhum calote e por isso você pode confiar.

Posso perder dinheiro com Tesouro Direto?

Se você compra um título que está indexado à inflação, saiba que é possível que você precise vendê-lo antes do tempo e isso pode acabar fazendo com que você perca dinheiro.

Como escolher o melhor título?

Antes de escolher a melhor opção ou o melhor título, saiba que você precisa analisar alguns pontos. Sendo assim, você só vai precisar verificar qual das opções combina com o seu perfil de investidor e com o seu bolso. Além disso, é importante que você conheça os prazos, riscos e etc., para estar ciente de tudo o que precisa antes de investir.

Como investir com segurança

Para investir de forma segura, você só precisa abrir a sua conta em uma corretora e se cadastrar no site oficial do Tesouro Seguro. Com isso, você só vai precisar escolher o título que você deseja e comprá-lo.

CredProduzir
Logo